Como funciona o processo

Por meio de novas tecnologias, priorizamos o reaproveitamento de material como alternativa no tratamento dos rejeitos e resíduos.

Essa proposta é aplicada na Mina de Morro Agudo, onde o rejeito é um subproduto comercialmente viável. Quando isso não é aplicável, a Nexa utiliza três formas diferentes de disposição, em ordem de preferência: backfill, empilhamento a seco e disposição em barragens.

Já outras operações podem mais de um método de disposição. Nas unidades de Atacocha, El Porvenir e Cerro Lindo, adotamos o sistema backfill, na qual parte do resíduo é filtrado, separando a água e os sólidos.

Na Mina de Vazante e de Aripuanã, operamos a disposição do rejeito em pilhas, o que reduz os impactos ambientais e riscos à operação.

Backfill Depósito a seco Barragem

Backfill refere-se ao preenchimento da lavra com rejeito, inserido nos vazios de minas subterrâneas, com o propósito de aumentar a estabilidade estrutural da mina, prover plataformas, melhorar a recuperação de minério e dispor rejeito.

A disposição subterrânea de rejeito em cavas de mineração pode ocorrer quando o rejeito é considerado inerte, excluindo a possibilidade de contaminar de águas ou solo.

Saiba mais

Também chamado de pilha/depósito de rejeito filtrado, ou rejeito desaguado, os rejeitos em polpa que saem do processo de beneficiamento, passam por processos (combinados ou únicos) de filtragem, secagem, manuseio, até obterem teores de umidade inferiores a 20%.

Com a extração da água da polpa (mistura de um fluido líquido mais minério ou rejeito), a parte sólida é armazenada ou conformada em pilhas garantindo a redução do impacto ambiental.

Saiba mais

Barragem é uma estrutura construída para fins de contenção, acumulação ou armazenamento, permanente ou temporária de água, substâncias líquidas ou misturas de líquidos e sólidos.

O termo barragem compreende não só o barramento, mas também todas as estruturas associadas, como por exemplo: extravasores e vertedouros, reservatório, canal de aproximação, estruturas de desvios, canal de restituição, tomadas d’águas, e de captação d’água, dique de sela, entre outras.

Saiba mais

Status das barragens e depósitos

A disposição de rejeito na NEXA para por várias alternativas, mas todas
elas atendem as melhores práticas e tecnologias disponíveis. Você pode acompanhar abaixo o status das estruturas (barragens, lagoas e
reservatórios) em cada site e o método construtivo para cada uma delas.

Consolidado

Ativa

22

Inativa

25

Total

47
Brasil Peru

23

Barragens e depósitos no Brasil

Unidades

Morro agudo
Vazante
Três Marias
Juiz de Fora
01 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Ativa Inativa

24

Barragens e depósitos no Peru

Unidades

Chapi
Sinaycocha
Cerro Lindo
Atacoha
El Povenir
Cajamarquilla
01 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Ativa Inativa

Dados e documentos

Sistema de Gestão de Rejeito, Resíduos, Água e Estéril

Para realizar o controle e monitoramento das barragens e depósitos de rejeito, aplicamos diretrizes da International Commission on Large Dams (Comissão Internacional de Grandes Barragens) e do Canadian Dam Association (CDA).

Adotamos processos e procedimentos que formam o Sistema Integrado de Gestão de Barragens (SIGBar) e um Sistema Integrado de Gestão de Depósitos (SIGDep). Durante esse processo, é feito o acompanhamento rotineiro das estruturas e a emissão mensal de um farol que é levado a todos os níveis hierárquicos na empresa.

Sistema de gestão de rejeito, resíduos, água e estéril

O que é SIGBAR?
O que é SIGBAR e SIGDEP? O SIGBAR é um sistema de gerenciamento de barragens desenvolvido pela Geoconsultoria, cujo objetivo é garantir a estabilidade das barragens, e SIGDEP dos depósitos, para que quaisquer deficiências em potencial sejam previamente informadas, possibilitando ações preventivas.

Módulos
Cada módulo tem a função de padronizar uma forma única de atuação.

Referências
CICOLD – International Commission on Large Dams
Brazilian Committee of Large Dam

Dispomos de processos e procedimentos que formam o Sistema Integrado de Gestão de Barragens (SIGBar).

Esse sistema é composto por 12 módulos que estabelecem regras e medidas de ações regulares de monitoramento, a partir dos quais fazemos o controle de todas as estruturas. O SIGBar estabelece diretrizes para gestão dos documentos, dos monitoramentos, da avaliação, análise de riscos, conformidade com normas e legislações, treinamento de pessoal, operação das estruturas e outras disposições.

Esse trabalho é acompanhado permanentemente por uma empresa independente, que recebe dados das inspeções quinzenais e mensalmente consolida os dados de todos os monitoramentos para emitir relatórios de estabilidade.

 

Módulos implantados desde 2007

PRELIM

Definição de atividades preliminares de planejamento

MONITORA

Atividades e registro de monitoramento geotécnico

AVALIA

Avaliação e registro do comportamento e da segurança

DOCUMENTA

Organização, cadastro e disponibilização dos documentos

LEGAL

Análise da legislação e verificação dos requisitos aplicáveis

GVISTA

Disponibilização das principais informações sobre as barragens

TREINA

Capacitação de todos os envolvidos na gestão

OPERA

Manual de operação das barragens e controles operacionais

RISCO

Análise de risco identificando a condição de risco da estrutura

EMERGÊNCIA

PAE incluindo o “dam break” o ZAS - Zona de Auto Salvmento

Módulos implantados desde 2007

PLANEJA

Acompanha a vida útil de cada estrutura

AMBIENTAL

Monitora e acompanha a função ambiental

Rotina de gerenciamento de barragens
Diariamente
  • Cumprir procedimentos operacionais
  • Realizar inspeções operacionais
  • Realizar monitoramento
Quinzenalmente
  • Realizar inspeção no local das condições de segurança
  • Realizar inspeções operacionais
  • Envio dos dados para empresa externa para avaliação
Mensalmente
  • Envio dos dados para empresa externa para avaliação da estabilidade
  • Realizar monitoramento
  • Emissão do indicador SIGBAR

Origem das ações

Recomendações de inspeções quinzenais; recomendações da Geoconsultoria; inspeções especiais ou cruzadas; ações para a implementação do Plano de Emergência; Verificação cruzada; atendimento a requisitos legais; descomissionamento; área ambiental; vida operacional

O FAROL é a forma de fazermos o acompanhamento da estabilidade das estruturas e de todos os planos de ações associados.

Regra de Ouro

Objetivo
A Nexa Resources em todas as suas operações adotou 7 regras de ouro que tem por objetivo garantir a gestão das estruturas geotécnicas e segurança de todos os empregados e terceiros, são elas:

1- Projeto

Construir estruturas geotécnicas somente com projetos detalhados, e qualquer modificação no projeto só poderá ser realizada mediante aprovação prévia do projetista/ATO e ciência do consultor externo, responsáveis por barragens da unidade e do corporativo.

2- Licenças

Construir estruturas geotécnicas somente com projetos detalhados, e qualquer modificação no projeto só poderá ser realizada mediante aprovação prévia do projetista/ATO e ciência do consultor externo, responsáveis por barragens da unidade e do corporativo.

3 – Sistema de gestão Nexa

Cumprir, de acordo com o sistema de gestão Nexa, o manual de Operação, Manutenção e Supervisão (OMS) e mantê-lo atualizado conforme cenário atual da operação, característica física da barragem/depósito e da estrutura organizacional. Qualquer alteração deve ter a aprovação do responsável técnico pela estrutura, consultor externo e corporativo.

4 – Comunicação e fluxograma de notificação

Comunicar, de acordo com o fluxograma de comunicação da estrutura geotécnica presente manual de Operação, Manutenção e Supervisão (EC<=6) ou no plano de ação de emergência (EC=10), as anomalias identificadas ou leituras de instrumentos com níveis anormais.

5 – Gestão de dados

As Jamais manipular, alterar ou falsificar dados de inspeção e monitoramento ou replicar dados de meses anteriores como sendo do mês vigente.

6 – Supervisão e auditoria

Atender a todas as recomendações da avaliação mensal de segurança com prioridade e risco alto, cross checks, demandas legais e auditorias (DCE/DCO/Requisitos legais com classificação da gravidade maior ou extrema), no prazo ou se solicitado novo prazo ter a ciência do diretores do negócio e sustentabilidade.

7 – Comunicação de Acidentes Ambientais

Comunicar imediatamente acidentes ambientais maior ou igual a nível 4 e/ou potencial de gravidade maior ou igual a 5, autos de infração e fiscalização, para o órgão pertinente e/ou corporativo conforme padrão da empresa.

Aplicação das regras de ouro
O descumprimento de qualquer regra, norma ou procedimento de barragens e depósitos, deve ser denúnciado e analisado pela equipe de auditoria.

As medidas corretivas dependerão da gravidade da violação e de outras circunstâncias relevantes, determinando a resposta apropriada que pode incluir, mas não se limitando a:

1 – Reforçar o treinamento, educação ou coaching de conformidade;

2- Advertência verbal ou escrita;

3 – Suspensão; ou

4 – Rescisão do contrato de trabalho

Denúncia e avaliação
O descumprimento de qualquer regra, norma ou procedimento de barragens e depósitos, deve ser denúnciado e analisado pela equipe de auditoria.

O canal de denúncia é a linha ética, esse canal é imparcial e transparente, garante a confidencialidade das informações, preserva a identidade das pessoas envolvidas. Por meio dela, é possível esclarecer dúvidas de interpretação, encaminhar denúncias de descumprimento das regras de ouro de barragens e depósitos além de realizar o acompanhamento de uma denúncia já realizada.

O envio de denúncia (anônima ou não) pode ser realizada pelo link nexaresources.com/pt/ethics-line ou ligação:

Brasil

0800 892 0741

Canadá

1 855 888 9926 / 1 885 350 9393

Luxemburgo

800 201 11

Perú

0800 50 000 / 0800 50 288

Estados Unidos

1 855 8889926

Áustria

0800 200 288

As denúncias também podem ser feitas diretamente aos gestores imediatos para realização das tratativas das irregularidades observadas.

Reaproveitamento de rejeito

Em Morro Agudo, transformamos todo o rejeito em produto secundário, o Pó Calcário Agrícola (PCA), que dá origem ao Zincal200. Os rejeitos provenientes da operação são sedimentados, parte sendo reaproveitada na planta, parte vendida como Zincal, produto usado na agricultura para diminuir a acidez do solo e aumentar a produtividade. Em 2019, passamos a vender mais Zincal do que o volume produzido na unidade, o que nos permitiu reduzir o volume de rejeito antigo estocado.

Superamos, no último ano, a marca de 1 milhão de toneladas de calcário vendidas e duplicamos o reprocessamento de rejeitos antigos na usina. Além de representar uma receita da ordem de U$S 8,7 milhões (15% do total da unidade), o processo elimina a necessidade de construir novas estruturas de contenção como barragens, resultando em ganhos econômicos e ambientais.

Sirenes

Instalamos em 2019 o mais moderno sistema de sirenes nas áreas das ZAS* (Zona de Autossalvamento), com intensidade sonora de 70 dB, em todas as unidades do Brasil, nos setores de metalurgia e mineração.
Nosso sistema de evacuação de massas conta com recursos de voz (pré-gravadas e viva-voz) e não somente alertas sonoros, tendo maior eficiência, eliminando qualquer possibilidade de confusão, minimizando o pânico e a restauração da ordem, trazendo segurança para a população.

Utilizamos sirenes OMNI-360º, especifica para áreas abertas e com atuação completamente autônoma através de alimentação por sistema fotovoltaico (energia solar).

Independente do sentido dos ventos, o som continua sendo propagado em todas as direções dentro da área de interesse.
O projeto acústico contempla sirenes com propagação 360°, cuja a robustez do sistema tem sido comprovada nos últimos 35 anos, com mais de 20.000 sirenes instaladas em 50 países em todo o mundo.

O sistema possui certificação STI (SPEECH INTELLIGIBILITY INDEX) e atende às Normas Internacionais ISO 9921 (ERGONOMICS – ASSESSMENT OF SPEECH COMMUNICATION) de 2003 que atesta como um dos melhores conhecidos em todo mundo com relação à clareza na emissão de voz.

O nosso sistema é denominado SI TEST® que é acionado automaticamente uma vez por dia, sem incomodar as comunidades das áreas protegidas. Neste teste são verificados individualmente cada amplificador, drive de alto-falante, carregador de bateria, banco de baterias, a existência de sinal de rádio, sendo indicado por alarme, registrado na Central de Controle.

Além disso, realiza-se um teste audível diariamente como segundo teste para verificar o funcionamento do sistema.

As sirenes estão de acordo com as exigências da nova legislação brasileira, que prevê alcance em um raio de 10 quilômetros ou uma onda de inundação igual a 30 minutos. Atualmente, estamos em processo de automatização do monitoramento das instrumentações geotécnicas. Além do monitoramento online exigido em lei, realizamos inspeções quinzenais in loco.

Licenciamentos

Três Marias

Três Marias

Alteamento dos Módulos Oeste 1 e Central do Depósito de Rejeitos Murici – DRM

A Nexa convida para a Audiência Pública para licenciamento do Projeto Alteamento dos Módulos Oeste 1 e Central do Depósito de Rejeitos Murici – DRM.
Data: 23 de novembro de 2021

Horário: 19h
Para assistir à audiência pública, clique aqui 

Serão disponibilizados pontos de acesso físico à transmissão da audiência com capacidade limitada seguindo as normas de prevenção e combate ao Covid-19, nos locais:
Ginásio Poliesportivo de Três Marias, Três Marias / MG.
Escola Municipal Olinto Gonçalves de Melo, Bairro Beira Rio, São Gonçalo do Abaeté / MG.
Informação de como participar, clique aqui.
Processo administrativo nº 1370.01.0046119/2021-52, perante a Superintendência Regional do Meio Ambiente, SUPRAM.